O conceito de arquitetura saudável pode ser algo novo para algumas pessoas, mas é algo que diz respeito a quem busca por saúde. A grande verdade sobre esse conceito, é de que os médicos, arquitetos e cientista, já o estudam a muito tempo, e que os benefícios que ele oferece vai muito além de promover saúde, bem-estar e felicidade.

Quando um arquiteto desenvolve um projeto com o tema “saúde”, seja ele uma reforma ou construção, a maioria das pessoas não consegue ver muita diferença, mas há. Os tratamentos de temperatura dos ambientes, umidade, luz, e tudo que pode influenciar diretamente na vida de quem mora ou trabalha no local, faz toda a diferença e tem sido uma das preocupações dos arquitetos dos dias de hoje.

                Benefícios para o profissional

Os profissionais que se especializam e trabalham hoje com arquitetura saudável, buscam realizar projetos que sejam eficazes, confortáveis e que englobe todo o conceito de saúde, bem-estar e o que tem mudado nos centros urbanos que estão hoje repletos de prédios doentes.

Esses profissionais, trabalham com novas técnicas e medidas para aplicar tecnologias que apoiam todos os cuidados de saúde, clínicos ou não, elevando o valor de mercado do imóvel e trazendo vantagens para quem vive. É uma das formas de reduzir estresses, com design e tecnologia.

A arquitetura saudável, tem várias formas de implementar o conceito de “cidade saudável, mente saudável e corpo saudável”. Tudo se complementa e estão ligadas nesse sentido, e saber trabalhar com isso, é algo que pode beneficiar o profissional e o morador.

                Projetar de forma saudável

Todo profissional que projeta com a arquitetura saudável, possui várias responsabilidades, incluindo a utilização de energia, formas ecológicas e sustentáveis, há o planejamento ambiental, uso de energias renováveis, ergonomia, acessibilidade, paisagismo, uso de materiais responsáveis, entre várias outras coisas.

A aplicação de todas essas práticas da arquitetura saudável, além de beneficiar o profissional, quando uma estrutura de edifício comercial é feito e leva o seu nome, também faz com que seus moradores ou trabalhadores se sintam bem e confortáveis nele. Quando o ambiente é cheio de espaços, paisagens e elementos que estimulem as pessoas a conviver é arquitetura saudável.

Os profissionais especializados em arquitetura saudável projetam ambientes agradáveis, em que as pessoas possam conviver e usufruir diariamente, aliando a funcionalidade, inspirando criatividade para beneficiar a todos.

                Ambientes saudáveis

A projeção de ambientes saudáveis pode beneficiar o profissional da arquitetura saudável, assim como o conceito de Medicina Funcional. A intenção desses projetos é integrar cada vez mais a saúde com o estilo e design, avaliando os ambientes, definindo espaços para uso, e fazer com que tanto casas, quanto ambientes de trabalho, beneficiem as pessoas.

Os estudos que começaram na implementação dos ambientes saudáveis, foram feitos para integrar e fazer com que as pessoas se sentissem mais produtivas e saudáveis no cômodo. Com isso, vários outros estudos passaram a ser feitos, dentro dessa área de arquitetura saudável e com isso, o intuito de descobrir e projetar o ambiente perfeito passou a ser o objetivo.

Esse assunto se tornou tão importante que a Organização Mundial de Saúde (OMS), identificou que mais de 60% dos escritórios no mundo não se encaixam dentro da categoria de arquitetura saudável. O que prejudica todo o setor construtor.

                Conclusão

                Com tudo que foi dito, os profissionais da área de arquitetura saudável, buscam incluir e implementar mais tecnologias, através da profissionalização no setor. Trazendo mais benefícios e vantagens para o mercado. E isso é algo que preocupa toda a população atual, que sofrerá com a falta desses benefícios no futuro.

Para quem já usufrui da arquitetura saudável, sabe de como ela pode beneficiar o profissional, oferecendo uma melhor qualidade de vida, convivência, o dia a dia se torna mais produtivo, e com isso é possível trabalhar melhor. Mesmo sendo um conceito inovador, a preocupação é mundial e com certeza já existem tecnologias e profissionais capazes de implementar tais benefícios na nossa vida.

Gostou do artigo? Compartilhe:
LinkedIn
Facebook
Whatsapp
Pinterest
Imprimir
E-mail